O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


segunda-feira, 31 de março de 2008

Que é feito do resto da malta?

9 comentários:

Meowarchy disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Meowarchy disse...

Presente!

Fomos ao Alentejo chatear o cão do Nuno e acabamos de voltar.

=^..^=

Rev. Robert H. Levermore disse...

My lovely wife Susan and I are back from a missionary trip to Rio Grande do Norte, Brazil, where I had the great honor of giving the Easter Sunday sermon at the central Baptist Church of Ceará-Mirin.

I wonder why everybody was looking at the ceiling while I read my sermon. Did Christ the Lord honor us with the visit of the Holy Spirit?

Anónimo disse...

Qual será a etimologia de "malta" ?

Mulher a dias disse...

Estou ocupada com a limpeza...

Anónimo disse...

malta: etimologia de origem obscura (Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora)

observador disse...

"Malta", entre outras coisas, quer dizer: reunião de gente baixa; caterva, súcia, vadiagem.

Bem me parecia !

"Malta" disse...

Malta pode ser "Lama", mas ao longe já vê "Dalai"...

Malteser disse...

Então "Lama" vira "Alma", "dalaiama" !