O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


sábado, 28 de junho de 2008

A caminho do Brasil

Amigos,

Acabo de regressar a hoje a Portugal, depois de alguns dias em inglaterra e Bélgica, precedidos por um longo e delicioso fim-de-semana no calor líquido e sensual do Algarve, onde a Saudade é aquela de nos desfazermos em tudo de viver tão intensamente o momento presente.

Amanhã à noite voo para o Rio de Janeiro, onde estarei até Agosto de 2009. Volto a Portugal em Dezembro para festejar o Natal e a Passagem do Ano com a família e amigos.

Demorará cerca de duas ou três semanas até encontrar casa e ter internet instalada em casa. Por isso, não se admirem se os meus posts e comentários forem mais espaçados durante este preiodo.

Podem ter a certeza de que nunca me esqueço de vocês e que muito em breve voltarei com mais posts, mais fotografias, mais comentários ... e mais "bocas" desinquietantes;-) (pelo menos assim espero que o sejam).

Um fortíssimo Abraço e até muito em breve,

Ana Margarida

7 comentários:

Paulo Feitais disse...

E que essa demora te seja frutífera que regresses depressa assim como és. E vais envolta pela luz do querer bem que, mesmo invisível, existe e, mesmo impotente e com mãos de borboleta, te acena um até breve e que a partida e a chegada te tragam plenitude. Beijo!

o obscuro escondido na mala disse...

Voa, voa Margarida! voa com os ventos brandos e desce na cidade com o coração cheio. Sei que ele não te pesa na bagagem, mas que te traz a alma contente. Voa, Margarida, esperamos-te da maneira que serás, do mesmo modo com que te acenamos da maneira que és.

Um grande, grande abraço de saudades.

Isabel Santiago disse...

Tudo de bom e muitas e muitas felicidades para tudo o que és.

Paulo Borges disse...

Bons ventos te levem, melhores te tragam e mais alto Vento te inspire !

Saudades !

Luiza Dunas disse...

Que encontres uma casa com vista para Portugal, ou mais amplamente, para Oriente.

Boa viagem.

Brunhild disse...

Boa viagem e boa estadia !
Cuida bem de ti e de todos os seres... Bebe umas cervejas e brinda connosco, mesmo à distância !
Beijinhos.

conceição disse...

já te desejei uma boa viagem no facebook, e espero q encontres uma casa com boa vista.