O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Menina Da Lua

"Leve na lembrança
A singela melodia que eu fiz
Pra ti, ó bem amada
Princesa, olhos d'água
Menina da lua
Quero te ver clara
Clareando a noite intensa deste amor
O céu é teu sorriso
No branco do teu rosto
A irradiar ternura
Quero que desprendas
De qualquer temor que sintas
Tens o teu escudo
O teu tear
Tens na mão, querida
A semente
De uma flor que inspira um beijo ardente
Um convite para amar"
Maria Rita
Composição: Renato Mota

"Só se vê bem com o coração..."

(Para quem conseguir ver bem é o Platero no seu monte a regar as suas rosas... as suas, ele) :)

8 comentários:

Anita Silva disse...

Para as princesas que neste poema se encontrem.

Anita Silva disse...

(e princesa é só quem ainda deseja ser o Amor)

Anita Silva disse...

(o mesmo é dizer, príncipes...)

platero disse...

miuda (24 anos? como é possível alguém ter 24 anos?)

Platero é velho. Como seu homónimo de Jimnez.
não me desagrada vê-lo menino, com sua capa de mágico de Circo.

a regar o jardim. Não será a vida um golpe de magia?

beijinho de avô

Anita Silva disse...

eheheh é o meu avô-avô conta-me sempre a história de atar uma linha a um pau numa poça de água corrente e que ela vira bicho... e para magia basta esta - bem pobre é a magia científica humana, que nem a si se cria.

Beijinho avô adoptado*:)

Anita Silva disse...

E olhe que a a-neta aqui ainda tem muito para aprender-viver com o avô...

Anita Silva disse...

(ou com todos os avôs, mas principalmente com os que se mantêm ligados à terra)

Anita Silva disse...

beijinhos da a-neta que enquanto não regressar à se-i-lva, é isto, a-nada. :P