O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Jigme Khyentse Rinpoche em Lisboa, 30 de Novembro - Pela Libertação!

Caros Amigos,

É com enorme prazer que vos informamos da presença de Jigme Khyentse Rinpoché em Lisboa, a convite da Fundação Kangyur Rinpoché, para um dia de Ensinamentos Públicos e Sessões de Meditação Shamata.

A data é 30 de Novembro, o local o Hotel Tiara Park Atlantic (R. Castilho, 119 - Lisboa) e decorrerá entre as 14h30 e as 18h00. A contribuição será de 10 euros, não sendo necessária inscrição prévia.

Fundação Kangyur Rinpoché

http://www.krfportugal.org


Visitar também:

http://www.songtsen.org
www.chanteloube.asso.fr

“Certain Rinpoches, those known as great teachers, would by definition be the ultimate bad partner, from ego’s point of view. If one approaches such great masters with the intention of being gratified and wishing for a relationship of sharing, mutual enjoyment, etc., then not only from ego’s point of view, but even from a mundane point of view, such people would be a bad choicer. They probably will not bring you flowers or invite you out for candlelit dinners.

If someone goes to study under a master with the intention to achieve enlightenment, one must presume that such a student is ready to give up his or her ego. You don’t go to India and study with a venerable Tibetan master expecting him to behave according to your own standards. It is unfair to ask someone to free you from delusion, and then criticize him or her for going against your ego. I am not writing this out of fear that if one doesn’t defend Tibetan lamas or Buddhist teachers, they will lose popularity. Despite a lot of effort to convince the world about the pitfalls of the dharma and the defects of the teachers, there will still be a lot of masochists who have the misfortune to appreciate the dharma and a crazy, abusing teacher who will make sure to mistreat every inch of ego. These poor souls will eventually end up bereft of both ego and confusion.”

Dzongsar Khyentse Rinpoche

3 comentários:

Anónimo disse...

Dia da morte de Fernando Pessoa...

observador disse...

Pessoa, a quem o ego lhe explodiu em muitos...

nas asas de um anjo disse...

adorava poder ir...